Após quase dois anos da inauguração do segundo terminal de passageiros, toda a operação do Aeroporto Internacional Viracopos será transferida para a nova área neste sábado (23). Desde 2014, ela estava sendo utilizada apenas para os voos internacionais.

Com o pleno funcionamento do novo terminal, a capacidade de atendimento a passageiros será ampliada. “A gente transportou ano passado 10 milhões de passageiros, utilizando o terminal antigo e o T1. E a capacidade agora, neste primeiro momento, será de 14 milhões de passageiros, mas ele já tá pronto para operar 25 milhões passageiros por ano. No entanto, essas novas áreas vão ser liberadas, conforme o aumento da demanda”, explica o diretor comercial do aeroporto, Jorge Lobarinhas.

O novo terminal começou a ser construído em 31 de agosto de 2012 com intuito de atender a demanda da Copa do Mundo de 2014. No entanto, houve uma série de atrasos nas obras, o que fez que o terminal fosse inaugurado, sem que  estivesse concluído.

O local ficou pronto no dia 6 de junho de 2014, sendo que por contrato, a primeira etapa da ampliação de Viracopos precisaria estar pronta até o dia 11 de maio daquele ano.

Apesar de incompleto, o novo terminal de Viracopos foi utilizado por sete seleções durante a Copa do Mundo. A área recebeu 50 voos de delegações, sendo 44 domésticos e seis internacionais.
De acordo com a  Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), foi lavrado um auto de infração contra a concessionária que administra o aeroporto, em razão do não cumprimento à cláusula contratual relacionada com o prazo para conclusão das obras e investimentos previstos.

Viracopos apresentou defesa e o processo está em análise. Ainda segundo a Anac, o valor da multa será definido quando os trâmites forem concluídos.