Sul-africana Airlink recebe 11 jatos da Embraer

    A companhia aérea sul-africana Airlink adicionou 11 jatos modelo ERJ 140, da Embraer, à sua frota e passa a operar 30 aviões regionais da fabricante brasileira. O contrato de reposição de peças, que prevê suporte para mais de 350 componentes da frota de aviões da Airlink, foi estendido por oito anos, para incluir as novas aeronaves.

    A Embraer está presente na África desde 1978. Hoje, 127 aeronaves da brasileira estão em operação em 39 companhias aéreas de 19 países africanos. A fabricante brasileira tem cerca de 1,7 pedidos firmes e 1,3 entregas de E-Jets.

    Sobre o ERJ-140

    O Embraer ERJ-140 Regional Jet é uma moderna aeronave bimotor pressurizada de alta performance, 300px-eaglen823aecom motorização turbofan, com capacidade para transportar até 44 passageiros em viagens interestaduais, projetada, desenvolvida e fabricada em larga escala no Brasil a partir da década de 2000 pela então EMBRAER, que utilizou como base para sua criação e desenvolvimento o bimotor turbofan Embraer ERJ-145 Regional Jet, incluindo o seu projeto de fuselagem, asas e estabilizadores vertical e horizontal em “T” e a maior parte dos seus sistemas hidráulico, elétrico, eletrônico e mecânico.

    O ERJ-140 nasceu em 1999, mas as primeiras encomendas pelas companhias aéreas americanas foram realizadas alguns anos depois, em um momento em que havia pressão dos sindicatos dos Estados Unidos para uma regulação que limitasse a quantidade total de assentos nas aeronaves regionais. Assim, uma parte das rotas regionais dentro dos Estados Unidos estavam limitadas a 46 assentos.

    Deixe uma resposta