Repelente da NASA promete economia milionária para as empresas aéreas

    Cientistas da NASA estão patenteando substâncias que atuam como as panelas antiaderentes, impedindo que os insetos mortos grudem nas superfícies e permitindo, assim, que o ar flua mais suavemente pelas asas e pela fuselagem. Os novos revestimentos poderiam resolver um dos problemas mais antigos da aviação como tirar vantagem de uma corrente de ar suave chamada “fluxo laminar”, que reduz drasticamente a resistência e melhora a eficiência de combustível.

    Até agora, isso tem sido impossível porque mesmo os menores detritos, como carcaças de insetos, provocam uma turbulência de ar em espiral que perturba o fluxo de ar.

    Dois materiais já testados foram considerados bem-sucedidos o suficiente para que a Nasa considere a possibilidade de torná-los disponíveis para licenciamento por empresas privadas. O melhor deles, até o momento, bloqueou cerca de 40 por cento dos esmagamentos de insetos.

    Deixe uma resposta