Pesquisa da ICLP revela o que influencia os passageiros na escolha de um aeroporto

    Aeroportos-VIP-Club-at-Brasilia-International.jpg
    • Novo estudo da agência de fidelização descobriu diferenças entre o que os aeroportos acreditam que os passageiros desejam e suas verdadeiras preferências
    • Levantamento foi realizado entre 35 aeroportos do mundo e cerca de 2.500 passageiros 

    Um novo estudo da agência de marketing de fidelização ICLP, do Collinson Group, mostra que os aeroportos não estão conseguindo entender o que os passageiros consideram como fatores importantes na escolha de um aeroporto. A pesquisa de 2017 questionou aeroportos e passageiros, e descobriu que os aeroportos acreditam que os motivos dos passageiros para escolher um aeroporto são mais racionais e não emocionais. Por exemplo, 97% dos aeroportos acreditam que a proximidade com a casa ou escritório influencia a escolha do aeroporto de um passageiro, enquanto apenas 66% dos passageiros afirmam que isso é um motivo nas suas decisões.

    Além da funcionalidade e facilidade de transporte, a pesquisa da ICLP indica que os passageiros estão cada vez mais procurando por uma variedade de estabelecimentos de alimentação nos aeroportos, com um significativo 48% dos passageiros citando isso como algo que influencia sua decisão na escolha de um aeroporto. Isso contrasta com os dados da pesquisa com os aeroportos, que indica a falta de conhecimento de que opções de restaurantes e bares está entre as cinco maiores prioridades dos passageiros. Além disso, os dados da pesquisa com passageiros mostraram que quase dois terços (60%) gostariam de receber promoções de lojas ou restaurantes dos aeroportos, mas apenas 10% dos aeroportos reconhecem que isso é um motivo importante dos passageiros na escolha do aeroporto.

    A diferença entre o que os aeroportos acreditam e as preferências dos passageiros também prevalece na categoria de fidelidade, com 40% dos passageiros afirmando que estariam interessados em fazer parte de um programa de fidelidade ou recompensa do aeroporto, em comparação com apenas 7% dos aeroportos reconhecendo a importância dos programas de fidelidade dos passageiros.

    Check in eficiente e segurança no aeroporto também são um ponto de desacordo, sendo um dos motivos principais na lista de prioridades dos passageiros ao escolher um aeroporto com 82% afirmando isso como um fator importante contra apenas 41% dos aeroportos.

    Mignon Buckingham, diretor geral da ICLP, comentou: “Como podemos ver nos dados recentes, há um desacordo entre o que os aeroportos pensam que os passageiros querem e o que os passageiros realmente querem dos aeroportos. Se considerações práticas, como proximidade e conveniência, não são os únicos influenciadores na escolha de um passageiro para embarcar e desembarcar, então os aeroportos precisam aproveitar outras formas de atrair clientes potenciais. Os aeroportos precisam considerar as maneiras pelas quais eles podem coletar mais dados de passageiros e usá-las para reduzir este erro de orientação, concentrando-se em oferecer serviços realmente eficazes para seus passageiros”.

    “Compreender que os passageiros não são apenas motivados por fatores puramente práticos, mas também por coisas como restaurantes e lojas, promoções de varejo de viagens e programas de fidelização, permitem aos aeroportos aumentar a influência que eles têm no comportamento dos clientes. Isso significa que eles podem encorajar os passageiros a transformar seu tempo no aeroporto em uma experiência, em vez de apenas parte de um processo de ir e vir de A para B. Eles abriram o caminho para um engajamento verdadeiro com o cliente, o que, por sua vez, pode gerar aumento em receitas e mais visitas”.

    Todos os dados foram retirados do questionário com aeroportos e passageiros da ICLP de 2017. 35 aeroportos e 2.589 passageiros foram entrevistados entre 16 e 31 de janeiro de 2017.

     

    Deixe uma resposta