No embalo do RiR – MODERN Logistics faz operação especial para transportar equipamentos da banda Maroon 5

    MODERN Logistics faz operação especial para transportar equipamentos da banda Maroon 5

    Urgência fez com que todo o processo, do pedido à entrega da carga, acontecesse em menos de 24 horas

    Na semana passada, a MODERN Logistics foi contratada para um transporte emergencial: levar os equipamentos da banda Maroon 5 de Curitiba para o Rio de Janeiro em tempo recorde. O show da Lady Gaga no Rock in Rio foi cancelado e Maroon 5 iria substituí-la, antecipando a apresentação e fazendo com que o transporte dos equipamentos tivesse de ser alterado de última hora. Da solicitação à entrega no destino transcorreram em apenas 20 horas. A operação para a banda Maroon 5 estava a cargo da Waiver, empresa especializada em shows e fornecedor oficial do Rock In Rio.

    “Na quinta-feira passada (14.09) fomos acionados por volta das 11 horas da manhã e já começamos a preparar a operação.  O show do Maroon 5 terminou em Curitiba por volta da meia-noite daquele mesmo dia. Durante três horas preparamos a carga em paletes para embarque rumo ao Rio de Janeiro. A decolagem do Boeing 737-400F aconteceu às 4h53 e pousamos no Galeão às 5h54”, contou Adalberto Febeliano, vice-presidente da MODERN Logistics, ressaltando que este foi um caso excepcional. Às 7h a carga foi entregue ao destinatário.

    Para Febeliano, a operação foi uma boa oportunidade para mostrar que podem trabalhar com flexibilidade e eficiência em diversas situações. A MODERN Logistics é o único integrador logístico a contar com frota própria de aeronaves cargueiras.

    Idealizada há 5 anos, a MODERN Logistics começou a operar há dois, primeiro na área de armazenagem e transporte rodoviário. Desde junho passado, com a assinatura do contrato de concessionária de serviços públicos de transporte aéreo regular com a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), a empresa começou a oferecer voos com sua própria aeronave completando o pool de serviços logísticos que a companhia oferece para seus clientes.

    A empresa é resultado de um investimento de US$ 75 milhões e tem como meta chegar a 2020 com 15 aeronaves e Centros de Distribuição próximos aos aeroportos. Até o fim deste ano serão 5 CDs, dois Boeing 737-400F e a empresa também vai voar com modelos ATR-72F, para conectar as cidades de menor porte aos maiores centros e assim atender a demanda dos clientes.

    Deixe uma resposta