Rig’N Fly é resultado de uma melhoria nos sistemas aviônicos e permite operações mais seguras em alto mar

A Airbus Helicopters recebeu a certificação da EASA – Agência Europeia de Segurança de Aviação para o uso do procedimento Rig’N Fly, uma melhoria em nos sistemas de  aviônicos projetada para conduzir aproximações automáticas nos pousos em plataformas durante operações offshore. Desenvolvido pela primeira vez em um no modelo H225, o sistema também será implantado no H175 e no H160 ainda neste ano.

O sistema Rig’N Fly utiliza uma combinação de sensores de GPS, altímetros e radares para fornecer maior precisão em voo e consciência situacional para aproximações automáticas VMC e IMC em plataforma. O sistema reduz a carga de trabalho dos pilotos, permitindo-lhes focar no controle de parâmetros de voo e no ambiente externo.

Esta nova modalidade também pode ser adaptada de acordo com as condições climáticas e do ambiente da plataforma para operações mais seguras e padronizadas, colocando o heliponto em posição mais facilmente visível para a tripulação.

“Os procedimentos Rig’N Fly são de extrema importância para garantir operações confiáveis e as condições de voo mais seguras possíveis , e este é um quesito onde a Airbus Helicopters continua a focar seus desenvolvimentos”, disse Marie-Agnes Veve, chefe de programa do H225 programa.

Usando o mapa digital (DMAP) e o avançado dispositivo de controle de rota (ECCD), os pilotos terão a possibilidade de modificar facilmente o sistema. No mapa, as informações podem ser mescladas com fatores ambientais adicionais, incluindo radares meteorológicos e dados de vento. Ele também inclui o Sistema de Informação Automática (AIS) que alerta o piloto se um navio estiver prestes a interferir aquela trajetória. Já o ECCD, que também estará disponível no H175 e H160, é um novo dispositivo ergonômico de controle e de fácil uso que permite ajustar o plano de voo.

Os aviônicos atualizados do H225 incluem também a introdução de guias de  Performance de Navegação Requerida para aproximação.

O H225 é um helicóptero biturbina de 11 toneladas que combina a capacidade de transporte de até 19 passageiros, com grande capacidade de carga e excelente alcance, para atender as necessidades mais exigentes da indústria de petróleo e gás.

Cerca de 70% da frota mundial da família Super Puma é operada para transporte de pessoal nesse segmento.  A frota em serviço inclui 181 H225 para 32 clientes em 22 países, com cerca de 20 entregas em 2015.

 

Fonte e Foto: Helibras