A Passaredo Linhas Aéreas anuncia que firmou contrato de transferência das ações que representam a totalidade do controle de seu capital para Sidnei Piva e Camila Valdívia, controladores do Grupo Itapemirim, conglomerado de empresas de transporte rodoviário de cargas e passageiros com abrangência nacional.

A estratégia de negócio com a Passaredo será realizar a integração intermodal entre as empresas, aperfeiçoando o atendimento a mercados regionais de pequeno e médio porte com ligações aos grandes centros, popularizando o acesso do transporte aéreo ao interior do Brasil, como ocorreu com a história da Itapemirim.

Para tanto, o grupo, que objetiva crescer não só no transporte de passageiros mas também em cargas, deve incorporar mais 20 aeronaves à frota até o final de 2018, chegando assim a aproximadamente 80 destinos aéreos no interior do país. Por sua vez, a integração entre as malhas aérea e terrestre atingirá cerca de 2.500 cidades do Brasil.

Segundo Sidnei Piva, o ponto decisivo para assumir o controle acionário da Passaredo Linhas Aéreas foi a qualidade técnica e operacional da companhia. O novo controlador quer investir para o crescimento sustentável do negócio, para que, gerando receita, a própria empresa possa liquidar seu passivo. “A Passaredo está pronta para receber investimentos e crescer. A própria operação gerará resultado para a liquidação das obrigações do passado.”, explica Piva.

O atual controlador José Luiz Felício Filho enfatiza que a negociação e os investimentos que o Grupo Itapemirim anuncia darão um novo horizonte para a aviação regional brasileira. “A chegada dos investimentos proporcionará fôlego extra para que a Passaredo Linhas Aéreas siga seu plano de voo, que é ser uma transportadora aérea regional com atuação em todo o território nacional”, conta Felício.

Os acordos de Codeshare e Interline firmados pela Passaredo permanecem operando normalmente.

O fechamento da negociação aguarda o cumprimento de condições suspensivas. Durante esse período, estimado em 60 (sessenta) dias, a gestão da Passaredo será realizada de forma compartilhada, assumindo Sidnei Piva o comando executivo da empresa.