As três companhias aéreas que atuam em Macapá cortaram pela metade os voos partindo do Aeroporto Internacional Alberto Alcolumbre, desde janeiro deste ano, segundo a Agência Brasileira de Viagens (Abav) no Amapá.

De acordo com a presidente da Abav, Peatrina Salgado, a diminuição dos voos para o Amapá é reflexo da queda da oferta para toda a região Norte. A medida das companhias provocou uma reunião entre as empresas, as agências de viagens, parlamentares dos estados afetados e a ANAC. Além de Macapá, foram suspensos voos na região Norte em Manaus e Porto Velho.

Operam em Macapá a Azul, Gol e TAM. Cada uma tem dois voos partindo do Aeroporto Alberto Alcolumbre. Um é diário para Brasília e outro alterna em dias da semana com destino a Belém, informou a Abav. Antes, cada empresa ofertava quatro voos por dia.