Crise faz companhias cortarem pela metade partidas de Macapá

    As três companhias aéreas que atuam em Macapá cortaram pela metade os voos partindo do Aeroporto Internacional Alberto Alcolumbre, desde janeiro deste ano, segundo a Agência Brasileira de Viagens (Abav) no Amapá.

    De acordo com a presidente da Abav, Peatrina Salgado, a diminuição dos voos para o Amapá é reflexo da queda da oferta para toda a região Norte. A medida das companhias provocou uma reunião entre as empresas, as agências de viagens, parlamentares dos estados afetados e a ANAC. Além de Macapá, foram suspensos voos na região Norte em Manaus e Porto Velho.

    Operam em Macapá a Azul, Gol e TAM. Cada uma tem dois voos partindo do Aeroporto Alberto Alcolumbre. Um é diário para Brasília e outro alterna em dias da semana com destino a Belém, informou a Abav. Antes, cada empresa ofertava quatro voos por dia.

    Deixe uma resposta