Bill Lavender faz voo de avaliação no Ipanema EMB203

    Por Bill Lavender

    Fiz um voo de avaliação no redesenhado Ipanema EMB203 da Embraer. Sem hesitação, posso dizer que gostei de voá-lo. Os últimos 20 anos de minha carreira como piloto agrícola na ativa foram em um Thrush turbina. Sempre que tenho a oportunidade de voar um avião completamente diferente, fico animado para fazê-lo.

    Uma das coisas que sempre achei ser importante no projeto de um avião agrícola é a atenção à aerodinâmica. O EMB203 é um exemplo do uso da aerodinâmica para melhorar o desempenho de uma aeronave. Admito que aumentar a potência de um avião agrícola já certificado incorre em seus desafios de recertificacão. Porém, voltar à “prancheta de desenho” para fazer mudanças na célula para melhorar o desempenho pode ser ainda mais desafiador.

    A Embraer tem a vantagem de ter acesso ao pessoal técnico e os equipamentos para projeto e manufatura que umgrande fabricante bem-sucedido de aeronaves possui. Com sede em Botucatu, estado de São Paulo, a Embraer produz o EMB203 na mesma fábrica em que fabrica seus jatos executivos.

    Espero que a leitura do artigo dê a você uma melhor visão dos atributos deste avião. O Ipanema é um cavalo de batalha da aviação agrícola brasileira, atendendo à demanda por um avião agrícola de menor porte e eficiente.

    Estando em Botucatu, tive o prazer de visitar meus velhos amigos da AeroGlobo. Instalado cm seus escritórios está um simulador do AT-802, projetado para treinar pilotos agrícolas no combate a incêndios florestais com este modelo de avião. Eu já tinha “voado” o simulador duas vezes antes em visitas anteriores a Botucatu. Como acontece com toda tecnologia nova, havia problemas a serem resolvidos.

    Este simulador é uma versão de simulação visual, construído a partir de uma cabine real de AT-802. É tão realista quanto se poderia esperar de um simulador. Da primeira vez que o “voei”, não consegui “pousá-lo”! É claro, não é para treinar isso que um simulador é projetado. Sua função é treinar procedimentos de rotina e de emergência em combate a incêndios. No entanto, desta última vez que “voei” o simulador, consegui “pousá-lo”, graças aos grandes melhoramentos feitos em suas características de manejo. Agora, este simulador é um excelente treinador de pilotos dc AT-802.

    Este mês, meu filho Graham e eu temos passagens aéreas para a Argentina. Pretendo visitar Diego Cardama, o revendedor da Thrush para a Argentina. Também visitarei várias empresas aeroagrícolas entre Mendoza e Buenos Aires, com um desvio até a Cicaré, o fabricante argentino de helicópteros. A Cicaré acaba de construir um sistema de pulverização para o Cicaré modelo 7B. (data 20.06.2017)

    No final deste mês, o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) fará o primeiro dos quatro congressos aeroagrícolas do SNA no Brasil. O primeiro será em Cachoeira do Sul, Rio Grande do Sul, em 25 e 26 de maio de 2017. Infelizmente, não poderei comparecer, mas minha representante brasileira de muitos anos, Gina Hickmann, estará no estande de AgAir Update. Não deixe de passar lá para visitá-la.

    A Air Traktor entregou um AT-504 na Costa Rica. A EI Colono Agropecuário recebeu seu 14º Air Tractor, entregue pela Lane Aviation, de Rosenberg, Texas. Eu tinha visitado, há muitos anos, o gerente da empresa, Christian Castillo Ramos, cuja família é proprietária da empresa. É uma empresa muito impressionante, e tenho certeza que você gostará de ler sobre o voo de Logan Lane e Pat Kornegay, do Texas até a Costa Rica no AT-504.

    agairupdate.com

    Deixe uma resposta