O Museu da TAM encerrou suas atividades na ultima sexta-feira 29 de janeiro de 2016. Localizado na cidade de São Carlos -SP e fruto de um sonho de dois irmãos, Rolim e João Amaro, em preservar a história da aviação brasileira e mundial. Sua construção começou a partir do ano de 2000.

O acervo do Museu da TAM é considerado um dos mais ricos do mundo, principalmente pelo fato de muitas aeronaves estarem em plenas condições de voo. Atualmente o acervo era composto de 90 aeronaves. Wilian Rady, um dos diretores do museu, informou que os constantes e enormes prejuízos sofridos pela LATAM, fruto da união da LAN Chile e TAM, a redução drástica do número de passageiros, altos impostos e taxas, levaram o Conselho Administrativo da LATAM a decidir pelo fechamento do museu, tendo em vista a despesa mensal que a LATAM cobria.

Segundo o próprio Rady, o museu consome por mês em recursos a importância de R$ 300.000,00 reais, totalizando R$ 3.600.000,00 por ano e que a situação já estava precária há alguns meses com o atraso no pagamento de vários fornecedores e empregados. A decisão do Conselho Administrativo foi tomada no dia 28 de janeiro, decidindo pelo fechamento imediato. Até o momento João Amaro e a diretoria não sabem os destinos que o museu e seu acervo tomarão, tendo em vista que até a decisão final do Conselho havia uma esperança que a LATAM mantivesse seu aporte de verba.

O museu da TAM com seu rico acervos de aeronaves é uma representação viva da evolução da aviação brasileira, quem la visitava saia do seu mundo físico é adentrava no mundo da historia a qual aquelas aeronaves traziam, é uma perda inestimável para a aviação brasileira que atualmente vem sofrendo mais e mais, não podemos deixar essa historia acabar, temos que preservar nossa historia, para que os nossos filhos, netos e bisnetos um dia possam ver, tocar e sentir o que era o tempo de “ouro” da aviação comercial e executiva.

 

Fonte e foto: Aviadores do Cariri