Aeroporto de Brasília encerra o ano de 2015 com 19,8 milhões de passageiros e é o segundo maior Terminal Aéreo do país

    Em seu terceiro ano de concessão, o Aeroporto de Brasília que é hoje administrado pela Inframerica, encerra 2015 com 9% de crescimento e 19,8 milhões de passageiros, consolidando-se pelo segundo ano consecutivo, como o segundo maior Terminal Aéreo do Brasil.

    Um total de 186.377 mil aeronaves pousaram e decolaram do Aeroporto de Brasília em 2015 rumo a mais de 50 cidades brasileiras e 06 com destinos ao exterior, uma média de 509 voos por dia. Um dos fatores fundamentais para o aumento no número de voos para Brasília é a capacidade de pista do aeródromo, a maior do país, podendo receber um voo por minuto.

    Segundo a Inframerica, uma das principais características do Aeroporto de Brasília é a sua conectividade. Devido à localização geográfica estratégica da Capital Federal e as obras de reforma e ampliação realizadas pela concessionária, o Terminal brasiliense se tornou o maior centro de conexões de passageiros do Brasil. Em 2015, 47% dos usuários usaram o Aeroporto como ponto de conexão para outras regiões. As mais procuradas foram Sudeste e Nordeste.

    Os meses que registraram a maior movimentação de passageiros foram janeiro, com 1,80 milhão e julho, com 1,91 milhão de usuários. O aumento nesses períodos já era esperado em decorrência da alta temporada, férias escolares e recessos. A média de fluxo diário do Aeroporto no ano passado foi de 54 mil pessoas, e os dias mais movimentados foram no dia 20 de julho e 04 de setembro, ambos com quase 70 mil passageiros. Já as operações internacionais fechou o ano com 712 mil usuários, 13% a mais que em 2014, consagrando-se como o 3º aeroporto brasileiro em movimentação internacional. Atualmente os passageiros podem contar com 26 voos diretos da capital para seis destinos regulares ao exterior, totalizando 120 frequências semanais.

    Durante 2015 o Aeroporto de Brasília também alcançou outras conquistas, foi eleito um dos melhores terminais aéreos da América do Sul pelo site Sleeping Airports, ganhou três vezes a posição de melhor aeroporto do Brasil pela pesquisa trimestral da Secretaria de Aviação Civil (aeroportos acima de 15 milhões) e a Sala VIP recebeu o prêmio de melhor lounge aeroportuário da América Latina e do Caribe pela Priority Pass, que avaliou mais de 850 salas em aeroportos ao redor do mundo.

    Para 2016 a Inframerica pretende dar início a uma nova etapa de obras que, segundo ela mudará o conceito de aeroportos no país. Um projeto pioneiro que transformará o Aeroporto de Brasília e toda a experiência de compras, entretenimento e hotelaria na Capital Federal.

    O ambicioso plano imobiliário consiste em seis empreendimentos localizados no sítio aeroportuário: ampliação da sala de embarque internacional, Terminal JK, Office Park, Sun Park City Center, Rede Hoteleira e Storage / Self-Storage. A concessionária pretende investir R$ 3,5 bilhões em todo projeto e a previsão é que sejam entregues em sete anos. Todo o desenvolvimento do sítio aeroportuário acrescerá 1.323.808 m² de área construída e deverão empregar mais de 10 mil operários durante o período de construção e, após a sua conclusão, devem atrair mais de 13 mil novos empregos.

     

    Fonte e Foto: Inframerica

    Deixe uma resposta